Select Page

Catarina Louçada

Já alguma vez te sentiste presa na vida que tens?

Eu sentia-me assim, em 2010, quando a minha filha nasceu e eu mal a via. Estava a iniciar uma boa carreira, com crescimento garantido e tinha tudo o que é suposto. Uma boa casa, um bom casamento, um bom carro… tinha tudo mas sentia-me presa.

Sabia que tinha de fazer alguma coisa por mim, pela minha felicidade. Tinha 25 anos e sentia-me a morrer por dentro. Não estava deprimida nem lá perto. Só me sentia um pássaro enjaulado, embora a gaiola fosse dourada. Acordava vazia e ainda me sentia culpada por não estar radiante, já que tinha tudo.

Decidi despedir-me e criar o meu próprio negócio. Quando descobri que estava grávida, fiz uma formação em Coaching Parental, para ter a certeza de que tinha mais ferramentas para ser melhor mãe da minha filha. Na verdade, o Coaching Parental é verdadeiro Coaching, aplicado ao objetivo: desenvolver a parentalidade. Ora, isto fez com que adquirisse ferramentas para o meu negócio: partir do objetivo, estabelecer um plano de ação… foi o suficiente para o arranque.

Quando fiz a minha primeira venda, senti-me radiante! Foram 12,50€ e senti que era possível.  Foram apenas 6 horas depois de começar o meu negócio.

 

A partir daí, fiquei completamente viciada.

A liberdade de tempo, o dinheiro proporcional à quantidade de trabalho e, acima de tudo, poder fazer o que se gosta!

Agora sim, podia ser a melhor mãe da minha filha.

Tendo sido algo de bullying durante muitos anos, uma das minhas grandes paixões era capacitar as crianças para uma auto-imagem positiva. Decidi fazer festas de aniversário inesquecíveis e à medida da personalidade da criança.

Afinal, começávamos o planeamento com pelos menos 3 meses de antecedência e nas nossas reuniões, a criança era convidada a descobrir mais sobre o que gostava e o que conseguia fazer. Eram mesmo festas à medida, com tudo o que isso implica.

O valor era de luxo mas o negócio crescia diariamente. As recomendações eram imensas e eu começava a criar uma relação forte com as minhas Clientes.

Rapidamente percebi que as crianças precisam de ajuda e as mães são as melhores pessoas para o fazerem. (mães e pais, entenda-se). Mas durante muito tempo, as mulheres eram mais desincentivadas a sonhar ou acreditar em si mesmas.

O Coaching era agora a minha grande paixão e vício.

Eu fazia formação atrás de formação. Era incrível ver como com uma pequena ajuda, aquelas mulheres podiam mudar as suas vidas.

Comecei por trabalhar a autoestima, mas era claro que o trabalho era um dos gatilhos negativos. Criei programas de empreendorismo e vi vidas completas a transformarem-se. Nem todas querem ser ricas e maravilhosas. Algumas mulheres querem “apenas” viver a sua vida à sua medida, com algum prazer e conciliando amor, liberdade, segurança e aventura. 

 

Por isso mesmo criei o programa Life Design e formo profissionais de excelência para fazer este programa chegar a todas as pessoas que querem mais das suas vidas.

Podes encontrar-me a ajudar pessoas normais, com problemas reais a construirem vidas excepcionais através de:

Life design, estratégia de negócio e MLM.

Porque a vida não é vivida em fatias, também o meu trabalho é global e a minha especialidade é mesmo simplificar processos.

Agora, faço-te a pergunta que gostaria que me tivessem feito:

O que vais mudar primeiro na tua vida?

Podes encontrar-me a ajudar pessoas normais, com problemas reais a construirem vidas excepcionais através de: Life design, estratégia de negócio e MLM.

Porque a vida não é vivida em fatias, também o meu trabalho é global e a minha especialidade é mesmo simplificar processos.

Agora, faço-te a pergunta que gostaria que me tivessem feito:

O que vais mudar primeiro na tua vida?

Podes encontrar-me a ajudar pessoas normais, com problemas reais a construirem vidas excepcionais através de:

Life design, estratégia de negócio e MLM.

Porque a vida não é vivida em fatias, também o meu trabalho é global e a minha especialidade é mesmo simplificar processos.

Agora, faço-te a pergunta que gostaria que me tivessem feito:

O que vais mudar primeiro na tua vida?