Select Page

Todos os dias lidamos com emoções, certo?

Pois bem, nem sempre lidamos decentemente com as emoções.

Por vezes, não sabemos como gerir a emoções e deixamos que ela ultrapasse o seu real valor.

Quando isso acontece… a emoção transforma-se e começa a influenciar a nossa saúde.

Todos os dias vejo pessoas a comprarem suplementos, a comprarem máquinas para batidos saudáveis…

Não é suficiente!

A tua cura vem da gestão emocional e vem da prevenção de emoções doentias.

 

Repara que não se trata de nos protegermos da tristeza, do medo ou de outras que tais!

Trata-se de saberes deixar a emoção chegar como reação ao estímulo que aconteceu e saberes deixá-la ir.

Se olhares a tua emoção, se te afastares de ti e olhares com uma maior perspectiva, a emoção vai entrar, tocar-te e seguir o seu rumo… como uma onda que se desfaz no mar.

Tentamos proteger-nos da dor, seja ela qual for. No caso das emoções, “proteger” ou “controlar” não são a melhor solução.

A gestão é que é o segredo.

Repara: a emoção é como um peixe fresco e apetitoso.

Se gerires a emoção, vais decidir se o vais comer, quando o vais comer e como o vais comer. E tudo isto acontece de forma natural.

Recebes a emoção, percebes as suas propriedades nutritivas e usá-las.

Agora diz-me:

Guardarias o peixe no armário da sala, à espera?

Não! Porquê? Porque sabes que rapidamente iria cheirar MAL e empestar todo o ambiente.

Então por que guardas emoções?

O gatilho existe, a emoção existe. Deixa fluir. Aprende, se houver uma lição, agradece, se houver um presente e ignora se simplesmente não trouxer nada de bom.

Como é que isso se faz?

Fica atenta porque vamos ter o melhor curso de gestão emocional da face da terra. (Ou lá perto!)

A tua Coach,

Catarina.